Arteiros Kids

ARTEIROS KIDS

Você sabia, que aulas de teatro proporcionam experiências
libertadoras e enriquecedoras para o desenvolvimento de uma criança?

Além de despertar a sensibilidade artística e comunicativa, é um ótimo
exercício que os estimula nas atividades coletivas.

Fazer teatro é:

  • Mergulhar no universo da imaginação;
  • É conhecer e criar personagens e histórias;
  • Interação com os amigos;

Recomendado por psicólogos

  • Ajuda no desenvolvimento emocional;
  • Desperta a paixão pela arte;
  • Fortalece a autoestima;
  • Ajuda a superar a timidez;

O Projeto de Teatro Arteiros KIDS

Tem como objetivo proporcionar as primeiras experiências no universo artístico para crianças de educação infantil, promovendo-o como prática educativa e desenvolvendo senso cultural e social através das artes cênicas/teatro. Com uma metodologia inspirada em Viola Spolin e Augusto Boal, onde o teatro é para todos, com atividades mais dinâmicas e atrativas, através de histórias, brincadeiras e Jogos Teatrais. Desta forma acreditamos que a criança se desenvolve de maneira espontânea, além de estimular o gosto pelas artes, possibilitar a reflexão e autoconhecimento.

Estímulos

Das Aulas

Imaginação

Criatividade

Memória

Concentração

Cooperação

Raciocínio

Espontaniedade

Curiosidade

Consciência Corporal, temporal e espacial

Conteúdos

Das Aulas

Aquecimento

Histórias

Jogos dramáticos

Mímicas

Expressão Corporal

Máscaras

Fantoches

Improvisação

Relaxamentos

Teatros de Sombras

Sonoplastia

Cenografia

Clown

Justificativa

Ótima atividade para reconhecer suas emoções e sentimentos.

O Teatro tem papel fundamental no meio educacional. Ele atua como formador de ideias, permite aprendizados, promove a socialização, a integração, a criatividade, a autonomia, o desenvolvimento de diversas áreas educacionais, a coordenação, a memorização, o reconhecimento das diferenças; estimula a imaginação e trabalha o vocabulário. Através dessa linguagem, é possível notar o avanço da criança como cidadãos, tendo visões mais críticas, formando suas personalidades e trabalhando a convivência e o comportamento em grupo.

Ao final do curso

Será realizada uma peça baseada nas aulas e interação dos alunos.

A montagem

Não é somente para entreter, mas auxiliar no desenvolvimento pessoal, emocional e cognitivo da criança; além de contribuir com a interação social.

Quem sou:

Wagner Ferreira, Ator e diretor teatral, DRT.22.970/SP, especialista em atividade educativa para crianças na modalidade de teatro infantil. Atua na área desde 2004, ministra aulas, coordena projetos artísticos, realiza workshops para capacitação de professores e fundador da Escola de Arteiros.

Programação do curso

PRIMEIRA ETAPA:

Através de jogos cênicos o aluno pode explorar seus dons e talentos, pois essas atividades proporcionam mais interatividade e socialização com o grupo.
1. vocabulário do teatro | 2. exploração do corpo| 3. improvisação de cenas | 4. experimentações livres

1. Vocabulário do teatro:

Apresentar palavras usadas nos bastidores do teatro como: palco, coxia, camarim, figurino, cenário, trilha sonora, roteiro, adereços, personagem, com intuito de orientar e facilitar a comunicação durante as aulas.

2. Exploração do corpo e sentidos:

 Estimular formas (expressão vocal, facial , corporal e gestual ) e sentidos (tato, visão, olfato, paladar, audição) de expressar, de se comunicar com o outro.

3. Improvisação de cenas

Proporcionar momentos para explorar histórias que ouviu, leu ou criou (desenhar, contar, encenar, modelar etc. ). Desta forma desenvolve coordenação, raciocínio, perde timidez, opina, interage com ideias.

4. Experimentações livres:

montar esquetes, criar personagens, cenários, figurinos, ler textos, apresentação/exposição interna só para o próprio grupo.

SEGUNDA ETAPA:

Preparação, montagem de “peça”(algo adaptado para a faixa etária) e apresentação ao público externo.

1. Exploração de jogos | 2. Criação de cenas| 3. Montagem de peça | 4. Apresentação

1. Exploração de jogos:

Reunimos alguns jogos que os alunos mais se identificaram no 1° semestre, afim de criarmos cenas em cima deles, é uma forma espontânea de introduzir o aluno a uma peça.

2. Criação de cenas:

Com as cenas selecionadas, criamos histórias para estimulação de falas e expressão corporal, começam a encenar o esboço de uma peça.

3. Montagem de peça: após a criação da história:

Ensaiamos várias vezes, a repetição é algo necessário, porem mesclamos a etapa de montagem com outras atividades, para ter mais estímulos e facilitar o processo de aprendizagem.

4. Apresentação:

Agendar data de estreia, será feita uma apresentação em público, para pais, amigos, tios, avós…(decidir qual local de apresentação: na escola ou teatro).